Velocidade de Hemossedimentação

A velocidade de hemossedimentação (VHS) mede o grau de sedimentação de glóbulos vermelhos em uma amostra de sangue durante um período específico. O VHS é um teste muito sensível, porém não específico, que é freqüentemente o primeiro indicador de doença quando outros sinais químicos e físicos estão normais. O VHS comumente aumenta significativamente em doenças inflamatórias disseminadas: as elevações podem ser prolongadas em inflamação localizada e câncer.

Objetivo

Monitorar doença inflamatória ou maligna.

Auxiliar na determinação e diagnóstico de doenças ocultas tais como tuberculose, necrose tecidual ou doença do tecido conectivo.

Preparo do paciente

Jejum de 4 horas.

Valores de referência

Método: Westergreen, sistema automatizado

O VHS normal varia de 0 a 10 mm/hora em homens e de 0 a 15 mm/hora em mulheres.

Achados anormais

O VHS aumenta na gravidez, anemia, inflamação aguda ou crônica, tuberculose, paraproteinemias (especialmente mieloma múltiplo e macroglobulinemia de Waldeströn), febre reumática, artrite reumatóide e algumas malignidades.

A policitemia, anemia falciforme, hiperviscosidade e baixos níveis de fibrinogênio plasmático ou de globulina, tendem a deprimir o VHS.

Exames correlatados

PCR, ASLO, alfa1-glicoproteína ácida, hemograma.