Desidrogenase láctica (DLH) total e frações 

A dehidrogenase láctica (DHL) catalisa a conversão reversível de ácido láctico muscular em ácido pirúvico, um passo essencial nos processos metabólicos que, em última análise, produzem a energia celular. Em razão da DHL estar presente em quase todos os tecidos corpóreos e uma lesão celular fazer com que a DHL sérica total se eleve, a medição de DHL tem valor diagnóstico limitado. Entretanto, cinco isoenzimas específicas de tecido podem ser identificadas e medidas: DHL1 e DHL2 aparecem, primariamente, no coração, hemácias e rins; DHL3 é encontrada, primariamente, nos pulmões; e DHL4 e DHL5 são encontradas no fígado e músculos esqueléticos.

Objetivos

Auxiliar no diagnóstico diferencial de IM, infarto pulmonar, anemias e doença hepática.

Suportar os resultados de testes de isoenzima creatino-fosfoquinase (CPK) no diagnóstico de IM ou no fornecimento de um diagnóstico quando amostras de CK-MB são retiradas tarde demais para mostrar elevação.

Monitorar resposta do paciente a algumas formas de quimioterapia.

 Preparo do paciente

Jejum de 4 horas.

Valores de referência

Método: separação eletroforética das frações em gel de agarose e revelação com substrato específico.

DHL Total: 240 – 480 U/L.

Isoenzimas: % do Total

DHL1: 14% a 26 % do total.

DHL2: 29% a 39 % do total.

DHL3: 20% a 26 % do total.

DHL4: 8% a 16 % do total.

DHL5: 6% a 16 % do total. 

Achados anormais

Em razão de muitas doenças comuns causarem elevações nos níveis de DHL total, a eletroforese de isoenzimas é, usualmente, necessária para diagnóstico. Em algumas desordens, os níveis de DHL total podem estar dentro dos limites normais, porém proporções anormais de cada isoenzima indicam dano tecidual órgão-específico. Por exemplo, em IM agudo a proporção DHL1 – DHL2 é, tipicamente, maior do que 1 dentro de 12 a 48 horas após a instalação dos sintomas (conhecido como DHL subitamente elevado).

As frações de zona média (DHL2, DHL3 e DHL4) podem ser elevadas em leucemia granulocítica, linfomas e desordens  de plaqueta.

 Exames correlatos

Creatino-fosfoquinase total e frações, fração CK-MB.